domingo, 23 de maio de 2010

Dias Assim..


17 anos completados hoje.


Tu sabia-lo.

00:00, o meu corpo extasiado e inquieto nos lençóis, aguarda pela chegada de um qualquer sinal teu.

00:05 Ainda não chegou. “ Já deve estar a descansar ”, pensei.

00:07 Agradeci a simpatia de todos aqueles que se lembraram.

3:00 O telefone não não toca. “ É melhor ir deitar-me também, vou aguardar ”.

9:00 Acordo com um beijo daquela que me deu a vida e agradeço-lhe por o ter feito.

9:02 Agarro o telefone como um animal de apetite voraz agarra a presa.

E nada.

Prontamente uma reacção involuntária apodera-se de mim.

E choro.

As horas passam e tento esconder a dor com sorrisos forçados lançados aqueles me querem bem.

19:30 O dia passado em casa.

Fechada no meu quarto não estou a conseguir controlar a dor.

E ela sufoca-me.

19:36 Inconscientemente e por momentos sem qualquer ponta de dubiedade agarro no telefone e envio-te aquela que seria a primeira mensagem de semanas a tentar resistir-te.

“ Parabéns a mim? ” digo-lhe.

19:37 Aguardo um sinal teu.

19:38 Não respondes…

19:39 Já não vais responder.

20:00 Não sou mais eu. A mágoa estendeu-me a mão. Aceito o convite.

20:06 Começo a escrever.

20:25 Dou este dia por terminado. Não o fizeste, já não o farás. Sinto-me fraca, cansada…

Não o fizeste. Mas tu sabia-lo.

4 comentários:

  1. Louraça, não podes ficar mais nesse estado por quem não te merece nem um bocadinho :$

    ResponderEliminar
  2. não escrevas quando estás triste porque a escrita não é um bom comprimido para a doença da tristeza (:

    ResponderEliminar
  3. Obrigado (:
    Sim, alivia, não posso negar isso (:

    ResponderEliminar

Sinceridade e transparência... Sejam bem vindas :)