quinta-feira, 6 de maio de 2010

Mais um dia

Acabo de assistir a mais um ocaso do grande astro que se deitou.
Tenho a alma quieta. Serenamente vou recordando mais um dia daquilo a que chamam vida.
Não, não me sinto bem, tenho qualquer coisa a atormentar-me.
A insegurança apodera-se de mim e começam de novo a surgir recordações. Tocaste-me dessa forma…

Mas o teu silêncio, o teu silêncio…



Isso que me corrói aos poucos o espírito, que me dilapida a alma.

Não sou mais eu.
Não quis ver o conspícuo, forcei, perdi.

2 comentários:

  1. o blog está muito bonito (:
    vou seguir ! espero novos posts.

    ResponderEliminar
  2. Como sempre, muito, muito bem escrito (:

    ResponderEliminar

Sinceridade e transparência... Sejam bem vindas :)